QUEDA DE PRODUTIVIDADE NO HOME OFFICE É MAIOR PARA PAIS COM FILHOS ATÉ 5 ANOS

Levantamento do Boston Consulting Group também aponta que mulheres dedicam 15 horas semanais a mais a atividades domésticas quando comparada aos homens

No cenário de pandemia, pais e mães com crianças até 5 anos são os mais afetados pela queda de produtividade. É o que indica uma nova pesquisa realizada pelo Boston Consulting Group (BCG) nos Estados Unidos, Reino Unido, França e Itália. O estudo, chamado “Easing the Covid-19 Burden on Working Parents” mostra que 53% dos profissionais com filhos nessa faixa etária tiveram sua capacidade de realizar atividades profissionais reduzida em razão das maiores responsabilidades familiares e domésticas no cenário de coronavírus. Na média entre todas as idades, o índice ficou em 47%.

O estudo mostra também um maior nível de dedicação da mulher às tarefas domésticas. Elas chegam a dedicar 15 horas a mais por semana aos cuidados com a casa e os filhos quando comparadas aos homens. Além disso, o estudo aponta que 37% do público feminino se declarara totalmente ou substancialmente responsável pela rotina doméstica. Como consequência, 66% das entrevistadas nos quatro países pesquisados indicaram preocupações com a saúde mental, enquanto o índice entre homens é de 52%. A preocupação com a performance no trabalho também é apresentada na pesquisa, com os indicadores entre mulheres (38%) e homens (35%) mais equilibrados.

fonte: https://administradores.com.br/noticias/queda-de-produtividade-no-home-office-%C3%A9-maior-para-pais-com-filhos-at%C3%A9-5-anos